Qual a garantia de segurança de dados na nuvem?

Qual a garantia de segurança de dados na nuvem?

O serviço de cloud computing — ou computação em nuvem — tem inúmeros benefícios para o seu negócio, como mobilidade, redução de custos e flexibilidade. No entanto, a questão da segurança de dados na nuvem ainda gera incertezas em algumas pessoas.

Se esse for o seu caso, não se preocupe! Neste post, veja a importância da segurança dos dados e receba dicas práticas para deixá-los ainda mais protegidos. Confira!

A importância da segurança de dados na nuvem

Do ponto de vista técnico, não há muita diferença entre o armazenamento de dados em um data center local ou na nuvem, já que, em ambos casos, os dados ficam alocados em um computador.

O diferencial está na possibilidade de acessá-los pela internet, o que se tornou viável graças ao surgimento da banda larga e dos dispositivos conectados à rede. Por isso, terceirizar essa responsabilidade para empresas especializadas no assunto tornou a solução mais barata, eficaz e segura.

O processo se torna mais barato porque o custo de uma equipe de TI para instalar e manter uma infraestrutura de armazenamento de dados é maior que os serviços de cloud computing. Além disso, o surgimento das empresas especializadas na nuvem permitiu uma evolução constante e acelerada da qualidade do serviço.

Hospedar os dados na nuvem é mais seguro, já que uma infraestrutura local está mais suscetível à danificação de equipamento, problemas elétricos, incêndio ou roubo. Na nuvem, ainda existe a possibilidade de backups automatizados em servidores localizados em diferentes lugares — uma tática de segurança muito eficaz, inclusive contra eventuais catástrofes ambientais que arrasam cidades inteiras.

Mesmo com toda essa proteção, é possível que a empresa deixe brechas de segurança que tornam seus dados vulneráveis. Confira 4 dicas práticas para protegê-los ainda mais.

Crie senhas fortes

Não adianta proteger seus dados na nuvem e manter a porta aberta para hackers mal-intencionados. Crie senhas de acesso fortes, de acordo com as boas práticas:

  • não use palavras reais;
  • combine maiúsculas, minúsculas, números e caracteres;
  • não repita as senhas;
  • se possível, use senhas com mais de 8 caracteres.

Outra opção é usar um gerador de senha.

[E-Book] Tudo sobre Cloud Computing

5 motivos que mostram as vantagens da computação em nuvem e os impactos positivos que ela oferece









Use criptografia de dados

Invista em sistemas de transferência de dados criptografados. Se a senha forte garante uma segurança na entrada, a criptografia garante a segurança no trajeto da informação.

Com essa tecnologia, as informações são codificadas na saída e decodificadas apenas na chegada, de forma que só o destinatário tenha acesso a ela, sem a intervenção de terceiros.

Controle o acesso à informação

Outra dica prática é controlar o acesso dos colaboradores aos diferentes níveis de informação, do mais superficial ao mais estratégico. Criar essa hierarquia de acesso diminui o risco de vazamento de informação, além de ser uma boa prática de gestão do conhecimento.

Capacite os colaboradores

Por fim, treine seus colaboradores. Eles precisam compreender a importância das boas práticas de segurança dos dados na nuvem, pois elas só surtirão efeito se houver uma adesão coletiva. A negligência de uma pessoa é suficiente para furar um sistema de proteção, por mais robusto que seja.

Como você percebeu, a computação em nuvem está longe de ser um risco. Pelo contrário: se bem aplicada, ela pode ser uma poderosa aliada na proteção dos seus dados e aplicações, além de trazer escalabilidade, flexibilidade e economia para seu negócio.

Gostou do post de hoje? Entendeu a importância de investir em segurança de dados na nuvem? Então, aproveite e siga a Webcenter no FacebookTwitter e LinkedIn para acompanhar dicas diárias de TI e tornar sua empresa ainda mais eficiente e produtiva!

Powered by Rock Convert

Deixe uma Resposta

%d blogueiros gostam disto: