Transformação digital: entenda o que é e quais são seus desafios

Transformação digital: entenda o que é e quais são seus desafios

A revolução digital se iniciou na década de 80 com a criação da web por Tim Berners-Lee. Porém, nos últimos anos, ela transbordou para todos os negócios e para o mundo todo, tornando a transformação digital uma estratégia indispensável para as empresas.

O mundo está mais conectado, objetos ganharam inteligência, dados são coletados em massa e armazenados na nuvem. Para empresas que nasceram em um mundo que não existe mais, restaram duas opções: subir no palco ou juntar-se à plateia.

Mas afinal, o que é transformação digital? Continue a leitura e entenda melhor esse fenômeno, como aplicar em seu negócio e seus principais desafios.

O que é?

Transformação digital é a reestruturação da estratégia, da cultura e dos processos do negócio a partir do uso criativo e inteligente das novas tecnologias digitais. A diferença entre o início da internet e os dias atuais é que os tentáculos das novas tecnologias alcançaram todas as áreas das empresas: meios de produção, processos produtivos, canais de venda, modelos de negócio e – sobretudo – clientes.

Se bem-sucedida, a transformação digital gera eficiência para a empresa e uma melhor experiência para o cliente. Dois diferenciais competitivos que podem esmagar a concorrência ou até mesmo abalar todo um segmento do mercado.

No entanto, vale ressaltar que, mais importante que as tecnologias em si, é forma como elas serão aplicadas ao seu negócio. A tecnologia é commodity. Para agregar valor é preciso liderança, visão estratégica, gestão de pessoas, criatividade e inteligência.

Como fazer?

A estratégia de transformação digital da sua empresa deve contemplar ao menos três áreas: processos operacionais, modelos de negócio e experiência do cliente.

Os processos operacionais modernos contam com automação de tarefas repetitivas, integração de ferramentas e novas tecnologias de produção. A automação vai desde a simples resposta automática do e-mail até o uso de robôs em sistemas de envio de e-commerce.

Já a integração se presta a melhorar o fluxo do processo de produção, tornando o trabalho da equipe operacional mais produtivo. Além disso, temos os maker labs, que utilizam tecnologias de baixo custo e alto impacto como Internet das Coisas, impressora 3D e robótica.

O modelo de negócio também pode revolucionar sua empresa. A Uber é hoje uma das maiores empresas de transporte privado e não possui frota de carros. Isso foi possível graças ao modelo de negócios inteligente e escalável que intermediou demanda e oferta em troca de uma taxa.

Para fechar o ciclo, a tecnologia pode ajudar a melhorar a experiência do cliente. O uso de inteligência artificial para oferecer uma experiência personalizada em massa é um excelente exemplo. Seja uma simples sugestão de títulos na Netflix ou a prototipagem de novos carros na chamada indústria 4.0.

Quais são os desafios?

A transformação digital também exige coragem, porque toda mudança tem desafios. Nesse caso, as principais alterações são na cultura corporativa, treinamento da equipe e integração das áreas do negócio.

Para fazer a nova visão da empresa transbordar para a cultura corporativa, é preciso um redirecionamento da comunicação interna, apoio da gerência e da liderança operacional, além de novos colaboradores alinhados com a nova cultura.

Também é necessário treinar as habilidades e a mentalidade da equipe para operar no paradigma do mundo digital. Invista na qualificação dos profissionais e treinamentos de reciclagem. Uma liderança competente também se faz necessária para vender os benefícios da mudança para que todos embarquem juntos na nova fase da empresa.

Para finalizar, é imprescindível ajustar a interação entre as áreas da empresa. Isso porque cada uma delas terá que lidar não só com as transformações internas, mas com as repercussões das demais áreas nos resultados do negócio.

Lembre-se! Na estratégia adotada por sua empresa para realizar uma transformação digital, o mais importante não é a tecnologia, mas o uso inteligente e criativo dela. Não é para estar na moda, e sim para tornar o processo produtivo mais eficiente e a experiência do cliente inesquecível. Dessa forma, você ganhará tempo, reduzirá custos e aumentará a fidelização do seu público.

Quer aprender mais sobre o assunto? Veja este artigo incrível sobre os benefícios da Internet das Coisas para sua empresa.

Powered by Rock Convert

Deixe uma Resposta

%d blogueiros gostam disto: