CAPEX e OPEX: Quais as principais diferenças? Descubra agora!

CAPEX e OPEX: Quais as principais diferenças? Descubra agora!

O mundo corporativo traz uma série de termos que nem sempre podem ser compreendidos facilmente. Certamente, você já ouviu e se perguntou o que é OPEX e CAPEX, não é mesmo?

Ambos são muito relevantes no planejamento estratégico das empresas, estando ligados às questões de capital e custos operacionais. Que tal conhecer melhor cada um deles e entendê-los adequadamente? Foi pensando nisso que desenvolvemos este post.

Portanto, se você deseja saber o que é OPEX e CAPEX, não deixe de ler os tópicos a seguir! Vamos explicar mais sobre os conceitos e como eles influenciam as empresas.

Sobre o que são esses conceitos?

CAPEX e OPEX são termos muito utilizados em reuniões, sempre quando as pautas estão tratando de investimentos e custos. São siglas utilizadas para definir as despesas que a empresa tem, servindo assim para dimensionar os diferentes tipos.

Relacionar essas despesas é algo muito importante durante a etapa de planejamento estratégico, tendo em vista que a questão financeira é parte fundamental da gestão de uma empresa.

Nas empresas, CAPEX e OPEX possuem orçamentos distintos, e cada novo tipo de despesa vai se relacionar adequadamente com um deles, dependendo de sua classificação. Por isso, muitas vezes, é possível ouvir gestores dizerem que possuem CAPEX, mas não OPEX, ou vice-versa.

Quais as diferenças entre CAPEX e OPEX?

Por mais que possam parecer termos complexos, eles são bem simples. Vamos conhecer cada um deles detalhadamente?

CAPEX

Sigla do inglês para Capital Expenditure, em português, Despesas de Capital, o CAPEX nada mais é do que a indicação do dinheiro disponível pela empresa para investimentos em melhorias, equipamentos e serviços para expansão ou aumento da capacidade de produção e execução de suas operações.

Se uma empresa é, por exemplo, um negócio de confecção de roupas, a partir do seu CAPEX ela pode adquirir novas máquinas de estamparia, para assim, aumentar a sua linha de produção e até mesmo confeccionar produtos de melhor qualidade.

É do fundo de CAPEX que ela vai tirar o capital necessário para investimentos desse tipo. Sendo assim, a gestão financeira desse negócio precisa olhar para esse orçamento de forma separada, com cuidados e análises dedicadas.

OPEX

Do inglês Operational Expenditure, ou Despesas Operacionais, o OPEX consiste em todos os valores que a empresa precisa dispor regularmente para manter todas as suas atividades. Assim, podem ser inclusas despesas de serviços, custos de produção, contas de energia e qualquer outro tipo de custo normal que o negócio tem para se manter em pleno funcionamento.

Dentro de uma empresa há, por exemplo, funcionários que precisam realizar tarefas administrativas de todos os tipos e, para isso, são necessários sistemas ERP instalados nas máquinas. Os custos mensais com esses funcionários, assim como despesas recorrentes com o software, é um tipo de despesa que entra no orçamento de OPEX.

Quais tipos de despesas uma empresa tem?

Geralmente, as empresas costumam ter orçamentos de CAPEX e OPEX, já que as despesas podem acontecer tanto com os investimentos para aquisição de bens, quanto no uso de orçamento para custear as atividades fundamentais para o seu funcionamento.

O importante para os gestores é saber sempre avaliar bem as despesas, para, assim, relacioná-las de forma adequada ao CAPEX ou OPEX. Isso permite ter um controle econômico mais satisfatório, mantendo a saúde financeira sempre em dia.

Por exemplo, se uma empresa precisa comprar um novo maquinário, ela deve planejar isso de acordo com seu orçamento de CAPEX, já que ela precisará investir capital para isso. Em paralelo, se esse maquinário precisar de um funcionário especializado para operá-la, essa despesa precisa ser devidamente incluída e planejada em OPEX.

Como calcular o CAPEX e OPEX?

Os cálculos do CAPEX e do OPEX variam. Por isso, é importante atentar para o modo como cada um deles é realizado. A seguir, vamos explicar, separadamente, como calcular cada um desses conceitos. Veja!

Cálculo do CAPEX

O primeiro passo para calcular o CAPEX é fazer uma análise das modificações que ocorreram anualmente nos ativos da empresa. Por exemplo, se o balanço patrimonial de uma organização somou R$ 1 milhão em ativos no ano de 2017 e R$ 2 milhões em 2018, é fato que a alteração foi de R$ 1 milhão para mais.

Em seguida, deve-se contabilizar as mudanças ocorridas nos passivos da organização, pelo mesmo período. Se os passivos somaram R$ 500 mil em 2017 e R$ 1 milhão em 2018, a modificação foi de R$ 500 mil, por exemplo.

Feito isso, é necessário fazer uma subtração com os valores das mudanças, para que se obtenha o valor do CAPEX. Tal resultado é relevante pelo fato de se referir a um custo que envolve investimentos para a empresa. Ele também pode indicar as possibilidades que a organização tem para gerar lucros.

Resumidamente, a fórmula matemática para o cálculo do CAPEX é a seguinte:

CAPEX = variação dos ativos – variação dos passivos

Cálculo do OPEX

Calcular o OPEX é ainda mais simples do que calcular o CAPEX. Para isso, basta somar todas as despesas operacionais que a organização teve pelo período de 1 ano.

O objetivo da contabilização do OPEX é proporcionar que a empresa possa diminuir custos e potencializar a sua produtividade.

Em resumo, a fórmula matemática do OPEX é a seguinte:

OPEX = soma de todas as despesas operacionais da empresa.

Por que entender o que é OPEX e CAPEX é relevante para a área de TI?

Entender o que é OPEX e CAPEX também é importante para o setor de TI das empresas. Isso se justifica porque, nesses casos, é preciso considerar o período médio que os equipamentos levam para depreciarem.

No decorrer dessa época devem ser renovadas licenças, descontinuar tecnologias antigas e substituir por novas etc. Compreender os conceitos de OPEX e CAPEX podem, portanto, ajudar na definição dos orçamentos de TI, para que eles sejam otimizados e que futuros gastos sejam previamente identificados.

Qual desses métodos deve ser utilizado nas empresas?

Essa é uma pergunta que não tem uma única resposta. Afinal, cada empresa tem suas particularidades e o cenário em que elas estão inseridas muda a todo instante.

Em alguns casos, é interessante trabalhar com o desenvolvimento das duas metodologias, pois elas permitem um conhecimento mais amplo sobre a situação financeira da empresa. Isso é imprescindível para saber como direcionar as verbas de maneira correta.

De modo geral, podemos dizer que entender o que é OPEX e CAPEX é fundamental para ter uma participação mais ativa em decisões importantes dentro de uma empresa. Além disso, esses conceitos ajudam a organizar as finanças e mantê-las equilibradas e em harmonia com todos os setores da organização.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você e que possa ter servido para que seus conhecimentos sobre o assunto tenham sido ampliados. Outros conteúdos relevantes podem ser encontrados em nossas redes sociais. Estamos no Facebook e no Twitter.

 

Powered by Rock Convert

Deixe uma Resposta